Postback de transações

  1. Introdução
  2. Características do webservice / API
  3. Configuração do CloudWalk Manager
  4. Testes e validação

Introdução

Uma das formas de coletar os logs das transações para fins de análise e conciliação é através da API, entretanto, a constante consulta pode tornar esse processo um pouco custoso. Uma outra opção é o postback, onde todas as transações que passam pela estrutura CloudWalk são automáticamente enviadas para o seu servidor, webservice ou API. Nesta página, você aprenderá como utilizar o postback. Divirta-se!

O formato da informação enviada segue o mesmo padrão da API

Características do webservice / API

O seu servidor precisa atender às seguintes premissas:

  • Possuir uma URL ou endereço público
  • Estar apto a receber uma requisição HTTP do tipo POST (JSON)
  • Responder em até 3 segundos

Exemplo de host: https://postback-test.herokuapp.com

Configuração do CloudWalk Manager

Autenticado no CloudWalk Manager, acesse a opção Minha conta e em seguida a opção Configurações:

CloudWalk Manager - My Account

Na tela de configurações, informe a URL do webservice ou API que irá receber o postback com os dados da transação:

CloudWalk Manager - Postback URL

Clique no botão Atualizar informações e pronto! As próximas transações serão enviadas para o seu servidor!

Testes e validação

Após configurar o seu webservice e parametrizar o envio das transações através do mecanismo de postback, você pode validar a configuração diretamente pela API.

Transações com postback bem sucedido:

$ curl -X GET "https://api.cloudwalk.io/v1/transactions?access_token=$TOKEN&postback_status=success"

Transações com erro no postback:

$ curl -X GET "https://api.cloudwalk.io/v1/transactions?access_token=$TOKEN&postback_status=failed"

Sugerimos a utilização dos parâmetros since e until para facilitar a pesquisa